Mendoza realoca fundos de jogos para programas de saúde mental

Jogos

A cidade argentina Mendoza aprovou uma lei para designar 25% do valor arrecadado no setor de jogos para programas específicos de saúde mental e de vícios. 

A proposta foi aprovada na votação final no Senado pela maioria e, quando entrar em vigor, determina que uma parte das contribuições da renda bruta da indústria financie esses programas.

Embora falte apenas a regulamentação e a promulgação pelo Poder Executivo de Mendoza, a alocação dos fundos do jogo começaria em 2025.

Durante o debate do projeto, a maioria dos legisladores – com exceção do único que votou contra – concordou sobre a importância de abordar a saúde mental dos cidadãos locais. Além disso, enfatizaram a necessidade de melhorar a acessibilidade a esses tratamentos e a sua implementação eficaz. 

A lei para destinar os fundos do jogo a esses programas faz parte das propostas incluídas no Plan Provincial de Salud (Plano Provincial de Saúde) 2024-2023. Trata-se de 26 arquivos elaborados pelas autoridades e, dos quais, o legislativo já aprovou mais da metade.