Betsul arrecada quase R$ 3 milhões para instituições sociais com iniciativa ‘Jogo do Bem’

Betsul

A campanha social ‘Jogo do Bem’, promovida pela Betsul, arrecadou mais de R$ 2,7 milhões. O valor foi destinado a instituições que auxiliam pessoas em situação de vulnerabilidade.

A cada aposta realizada, a casa reverteu um percentual pré-determinado às entidades cadastradas no programa. A iniciativa é precursora entre as plataformas de apostas on-line e apoia projetos relacionados ao esporte, à saúde e a outros segmentos.

A Associação Desportiva para Deficientes (ADD), instituição sem fins lucrativos localizada em São Paulo, é uma das beneficiadas. A ADD foi fundada em 1996 por Steven Dubner, professor de Educação Física, e desenvolve modalidades competitivas de basquete em cadeira de rodas, natação, bocha, vôlei sentado e atletismo. 

“A nossa relação com o Betsul começou em 2019, por meio do intermédio da lenda Oscar Schmidt, que fez a primeira campanha do ‘Jogo do Bem’ e indicou a ADD para ser a associação beneficiada pelas doações”, comentou Eliane Miada, diretora e co-fundadora do projeto. 

Ainda, acrescentou: “Desde então, esses recursos têm sido de extrema importância para que possamos realizar nossos programas esportivos junto de quem conta com o esporte como meio de transformação diária. Por meio das doações, conseguimos adquirir material esportivo, custear viagens para participar de competições e manter a nossa administração sustentável”.

O Instituto Meninos de Deus também foi amparado pela campanha da Betsul. O grupo, situado em Fortaleza, foi idealizado pelo educador Paulo Uchôa e tem como propósito cultuar a paz entre as crianças, os adolescentes e os jovens que estão em situação de vulnerabilidade. O projeto incentiva a prática de atividades esportivas e realiza discussões temáticas com as famílias.

Erica Lemos, presidente do Instituto, comentou a importância da parceria com a casa de apostas, uma vez que foi por meio dela que, em 2022, a Instituição conseguiu se formalizar como uma Organização da Sociedade Civil (OSC)

Além disso, “com essa parceria, possibilitamos também a remuneração de dois educadores, além da oferta de lanche, uniformes e momentos de lazer para crianças e adolescentes que agora estão em um número que é mais que o dobro do que atendíamos”, declarou Lemos.

Para a Betsul, por meio de parcerias como essas, o desejo é aprimorar a experiência dos apostadores e dos torcedores da América do Sul: “Ver a iniciativa ganhando forma e possibilitando visitas a estádios, participação em competições, suporte escolar e diálogos com as crianças e suas famílias é extremamente gratificante”, comentou Fernando Garita, CEO da Betsul.

“Estamos empenhados em continuar ampliando nosso impacto positivo e aprimorando a experiência dos nossos clientes, transformando a Betsul não somente em um local para apostas, mas também em um agente de transformação social de grande relevância”, concluiu o CEO.